quinta-feira, 4 de junho de 2009

Ternura

Estou com muita saudade de ti
Tenho falta do teu amor e desejo
Quero voltar a ver-te vir a mim
De braços abertos para me dar um beijo.

Estou com muita saudade do teu olhar carinhoso
São os teus olhos o meu bem-querer
A olharem os meus é um momento gostoso
Todos os dias eu sinto esse prazer.

Estou com muita saudade de ficar na tua frente
Com o som suave que vem do mar
A tua alma ao meu coração não mente
Na vontade que tem em me amar.

2 comentários:

Xana disse...

Depois de sair do blog de um amigo a quem lhe faleceu o filho , este teu poema veio acalentar o meu coração.
beijos meus

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


(Charles Chaplin)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl