terça-feira, 10 de março de 2015

O Neto





O dia amanheceu soalheiro, o sol não muito quente prometia um dia agradável para a boda desejada e marcada para este dia. Lucas e Anita apaixonaram-se, viveram um namoro cheio de momentos inolvidáveis, amam-se, e hoje, até o sol se faz convidado.



Lucas tem a experiência de outra relação que lhe deu um filho e não lhe deu mais nada.



Lado a lado concretizam o casamento com pompa e circunstancia, trocam alianças e nos convidados a alegria é imensa, algumas lágrimas caem nos familiares mais próximos.



Olhando-se, beijam-se e todos rejubilam, alguns batem palmas com gritos de parabéns, estão felizes, o sol acompanha-os para a boda à mesa.



As histórias começam sempre assim.



A meio da tarde jorra alegria, musica e champanhe para partir o bolo da noiva sem que os bonequinhos noivos sejam derrubados do terceiro anel, de fatia em fatia o bolo lá vai sendo distribuído com beijinhos à mistura.



Entre os desejos da praxe, “vocês vão ser tão felizes” um empregado de mesa informa Lucas de que tem uma chamada telefónica, Anita nem se apercebe de que Lucas vai ao telefone que quando atende:

Sim sou o Lucas estou a falar com quem?. 

Com a tua ex é para vires buscar o teu filho que eu estou de saída para o estrangeiro.   

Agora! No dia do meu casamento, não me tinhas dito nada.

Pois eu sei mas as coisas são assim e isso não me interessa nada vem buscar o teu filho e rápido, não te demores. Desligou o telefone.



Lucas ficou a olhar as paredes e elas eram brancas, ainda tinha o telefone na mão quando surgiu Anita:

Olha caiu-me bolo no vestido!, o que é que tu tens?, estás a tremer.

Nem eu sei o que acabou de me acontecer, a minha ex ligou-me para eu ir buscar o meu filho, e já, que ela está de saída para fora do país, está a fazer de propósito e a usar o meu filho para me estragar o dia.

Só que não estragou, vai buscar o menino enquanto eu falo com os meus pais.



Alguns dos convidados aperceberam-se de que algo acontecia, Lucas saiu da festa e foi buscar o filho que se tornou em mais um neto para os pais de Anita.




4 comentários:

Nidja Andrade disse...

Ah, a nostalgia... dói às vezes, mas é linda em sua essência.

escreves bem demais =)
um beijo!

oteudoceolhar disse...

... nada muda, e tudo mudou!
Permanece o mesmo encanto na escrita, de perfil... e olhar sob uma Ilha que tenho como minha...
Amanhã curiosamente, ou não, estarei por lá ... como a maior parte dos fins de semana.
Parabéns!
Beijo n´oteudoceolhar *

Uouo Uo disse...


thank you

حراج السيارات

Rui Pinto disse...

Lucas e Anita antónio Pinto? Tá bem...vemo-nos no café do Arlindo!
Saudações Leoninas.