quarta-feira, 18 de março de 2009

A dança das ondas

Sonhei que te disse adeus e morri
Junto ao areal frio do meu mar
Era o fresco da maresia que senti
E da espuma que me veio abraçar.

Esperei que me chegasse o teu respirar
Assim pelo vento o meu olhar seguiu
Quando ele ás tuas mãos o entregar
Vais ver que o vento não mentiu.

As faces da tua cara serão regadas
De lágrimas dos teus olhos a chorar
Serei o teu pensamento nas madrugadas
Em noites que não estarei para te abraçar.

5 comentários:

Xana disse...

A morte é a pior das coisas para o amor, não tem mais volta , só em sonhos e lembranças...e dói muito!

beijos meus

Anônimo disse...

disse-te adeus e morri.
quem canta essa canção?
gostava de a ouvir.

não tenho mas parece que tenho.
um abraço.

A Filha disse...

Gostei deste.

Sonia Schmorantz disse...

Outro lindo poema...
abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Hoje só estou passando para desejar um feliz dia do blogueiro,
com um final de semana cheio de amor e esperança.
Aproveito para deixar um lindo poema de Mário Quintana


Amar: Fechei os olhos para não te ver e a
minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados
desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada
nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
O amor é quando a gente mora um no outro.

(Mário Quintana)

Abraços:Eduardo Poisl